Saturday, January 14, 2006

Impressões-Espuma






Nos teus suspiros há ecos de tempestade. Na tua alma líquida a espuma é um abismo transfigurado...

15 Comments:

Blogger hfm said...

Que bela e refrescante visão!

12:26 PM  
Blogger greentea said...

tudo se esvai com o passar da maré. as impressões ficam

12:42 PM  
Blogger spartakus said...

Lindíssimo. Vale a pena acordar assim. Bom dia Rosário. Bjinho e abracikos.

1:12 PM  
Blogger sonia r. said...

Lindo!!!
Bom fim de semana.
Bjos.

1:28 PM  
Blogger mixtu said...

no meu... não... há calmaria... maré baixa ...
saludos especiais

1:52 PM  
Blogger pirata vermelho said...

dos teus ecos os suspiros são saudade
da tua alma de espuma fica um abismo leve e vago

2:31 PM  
Blogger pirata vermelho said...

...nem quem eu sei vejo....
de que cor seria o beijo? de quem não sei... num desejo...

(não me lembro...
'era' uma coisa assim!)

2:35 PM  
Blogger eduardo waghorn said...

mi alma anhela la espuma de tus olas, que azoten con fuerza mi corazón...

6:07 PM  
Blogger deumus said...

ó Moça: boa noite. e tira-me se faz favor ocavaco e o isabel daí. tão putrefactos...bjinhos.

8:04 PM  
Blogger Susana Barbosa said...

Lindas as fotografias.Fiquei com vontade de ir ver o mar!
Bjinhos

9:51 PM  
Blogger Pólux said...

Nos teus suspiros há ecos de tempestade. Na tua alma líquida a espuma é um abismo transfigurado...

Belo, como as fotos.

Abracico e votos de bom fim-de-semana.

10:52 PM  
Blogger Joana said...

Ola,

tambem sou uma portuguesa a viver em Inglaterra, estou a gostar muito do seu blog
:-)

7:47 AM  
Anonymous the guardian said...

muito bem...bonitas fotos. bjs

11:25 AM  
Blogger Silvio Vasconcellos said...

O mar... senhor da terra e das tempestades. De onde veio a vida e onde terminará. Águas que fluem por nuvens, corpos, rios e voltam sempre prá lá.

Falemos que língua seja, pisemos qualquer terra, sempre seremos ilhas perante sua imensidão. E de qualquer parte do planeta, basta erguer os olhos do chão, subir a alma e contemplá-lo igual por toda parte.

É o mar que mantém o homem em sua insignificância perante a Natureza.

Lindas fotos, Rosário. Tu, sempre sensível às ondas, sejam ondas do mar, da vida, ou da blogosfera.

Um beijo do sul do Brasil.

3:02 AM  
Blogger Lucimar Justino said...

Que impressão gostosa, que sensação refrescante, a vida mais leve, os passos mais suaves...

Parabéns!!!

12:22 AM  

Impressoes

<< Home