Monday, December 18, 2006

Infancias roubadas...

(Modigliani)

O pai apresentava os sinais classicos do problema que ali o levava. Os 70 mililitros diários de metadona indicavam que o vicio era grave e talvez prolongado. O puto chegou quando o pai engolia de um trago só, com as goelas muito abertas, o liquido verde. Olhos reguilas, muito azuis, num rostinho com a doçura de uns oito aninhos. Notava-se que entre eles havia carinho. Mas não pude deixar de me interrogar... a quantas situaçoes, inadequadas para a sua idade, teria aquela criança assistido? Perante a tragédia visivel, conseguiria ainda ser criança?...

Labels:

15 Comments:

Anonymous Edelize said...

Sabe que me faço a mesma pergunta quando leio sobre tais casos, tão corriqueiros aqui. Fico entristecida e revoltada com a infância roubada de uma criança, e ao mesmo tempo me pergunto se tal pessoa também não teve sua infância roubada por motivos parecidos.

11:25 AM  
Anonymous Anonymous said...

Infâncias roubadas, desde que o mundo o é, boa semana.

11:31 AM  
Blogger Xica said...

Há dias li num blog o relato, tb de um médico, acerca de um caso de uma miúda de 10 anos que tinha ingerido comprimidos p se matar. Feita a lavagem do estomâgo, a tempo, a miúda acorda e os médicos interrogam-na sobre o que havia ingerido. Ela sabia o nome de todos os medicamentos e quais os que tinha ingerido e aqueles em q não tinha tocado. Quando lhe perguntaram porque o fez ela responde "Porque a vida não tem sentido".
A mãe tinha em casa uma série de antidepressivos que tomava desde que o marido a havia abandonado. Já se tinha tentado matar várias vezes algumas das quais a miúda tinha presenciado.
Beijitos.

2:12 PM  
Blogger Maria Papoila said...

As crianças são seres muito fortes. Talvez tenhas olhado uns olhos azuis que já viram coisas que muitos adultos não sonham, mas se apesar da droga, vislumbraste o carinho entre ele e o pai, talvez ainda lhe sobre um pouco de tempo para ter sonhos de criança!
Quando sei de crianças cujos pais são toxicodependentes, lembro-me do exemplo de Daniel Oliveira, jornalista da RTP, que apesar de tudo, venceu na vida e já adulto levou os pais a cumprir um programa de desintoxicação.
Um abraço da Papoila.

4:00 PM  
Anonymous Anonymous said...

Deve ter perdido concerteza a infância. Deve ser ele o pai do pai.
Mas não são estes os piores casos. Os piores são de pai alcoolizado que maltrata. Essas marcas são as piores numa infância.

5:17 PM  
Blogger Miguel said...

Tia Rosário,

Um post que nos deixa a todos a pensar ...!

Mas penso que a Droga na vida dessa criança é uma grande cirscuntancia, dificil e cruel mas a vida dela corre na mesma ...!
Não a desejável ...

Mas o carinho está lá ...
A brilhar nos seus olhos de menino!

Uma boa semana!
Bjks da Matilde e Cª!

5:17 PM  
Anonymous Anonymous said...

Temo que não. :(

Jinhos.

10:02 PM  
Anonymous Anonymous said...

Bom dia Rosário,

Antecedentes diferentes. Por isso, todos somos iguais mas uns são sempre mais iguais que outros.

Perante isto, como podemos querer ter um mundo justo com igualdade de oportunidades e mentes sãs?
Impossível!

Bjico ancho.


P.S. - Agradeço-te pelo interessante complemento que deste ao meu post sobre Miranda do Douro. Bem quis fazê-lo em Mirandês mas a ignorância não me permitiu.

12:43 PM  
Blogger mfc said...

Há miúdos a quem é negada a infância!

4:34 PM  
Blogger amadis / pintoribeiro said...

A correr vim só mesmo deixar um bjinho Rosário.

6:53 PM  
Anonymous Anonymous said...

muy significativo... y bello

11:31 PM  
Blogger TR said...

Não sei bem o que dizer...também tenho grande dificuldade em digerir situações do género da que descreves...

11:35 PM  
Blogger O Sibarita said...

Oi menina! É uma pena que muitos dessas crianças começam o vício assim vendo os adultos...

Seu texto é uma alerta! Parabéns!

abraços,
O Sibarita

1:21 AM  
Blogger José Manuel Dias said...

...a realidade não pode ser ignorada e convida-nos a ser mais solidários...Abraço

10:21 AM  
Blogger Funes, o memorioso said...

A Maria Papoila disse o que eu ia dizer. E melhor.

1:09 PM  

Impressoes

<< Home