Tuesday, September 19, 2006

...

(Chagal)

...
-Eu disse estúpido. A estupidez está relacionada com a percepção das coisas. Tu és estúpido porque não sabes viver o mundo nem tens a sensibilidade suficiente para ser gente!
Ele semi-cerrou os olhos num esgar de surpresa absoluta.
- Estás sempre à espera que algo semi-morto se te entregue para não teres o trabalho de conheceres as pessoas ou de te dares um pouco. Por isso enches a pança de mediocridade, rebolas-te no sarro do imediato para sentires o conforto do peso das emoções no teu peito. Mas sabes que mais? Não consegues digerir essa fibra emocional de que te resvestes e assim, todo o peso que sentes não é mais do que um peso morto.
A Arte do (Im)possivel

6 Comments:

Blogger o alquimista said...

Amiga mais querida, em teatro eu julgaria o teu texto como monólogo de chicote na mão...como te conheço e sei que és um doce diria que tens sempre o afago na outra mão...

Doce beijo

11:37 AM  
Blogger Rosario Andrade said...

Ola amigo Alquimista!
Tens toda a razao (ui, como me conheces!)... na verdade quem está a falar é uma personagem.

Bjico

4:53 PM  
Blogger sabr said...

Pois. Bjiku grande Rosário.

6:36 PM  
Blogger Unicus said...

Hum, entrámos no campo da filosofia. Sabes que colocas questões pertinentes? Na verdade levaria horas a dissertar sobre as questões que o texto levanta.
Beijinhos Rosário

8:24 PM  
Blogger O Sibarita said...

Ué, estou aqui, é? (risos) Que bom então!

Quanto ao texto é isso... A estupidez fala por si só, sem comentários e parabéns pelo blogue e texto!

O Sibarita

3:52 AM  
Blogger sabr said...

Bom dia Rosário. Sem artes. Bjiku e abracikus,

10:07 AM  

Impressoes

<< Home