Monday, June 19, 2006

O Diluvio

(Girodet)

Todas as culturas antigas conservam na sua tradição o relato de um cataclismo devastador. Trata-se de uma gigantesca inundação que, cerca do quarto milénio AC atingiu não o mundo inteiro mas uma região da baixa Mesopotamia, berco na altura de uma das civilizaçoes mais avançadas, e cuja autenticidade parece agora confirmada por recentes descobertas arqueológicas.
O relato do grande dilúvio, com o seu trágico cortejo de morte e destruição deve ter impressionado tantos os homens da antiguidade que foi incorporado nas diversas mitologias desde os Escandinavos, aos Hindus (a história de Manu), aos povos do sudueste asiático, aos Aztecas, Incas, Maias, etc. Os mitos do dilúvio aparecem também no Perú e na China e na mitologia de muitos indios americanos.
O relato da Biblia sobre a arca de Noé é semalhante em todos os detalhes a epopeia sumério- babilónica de Guilgamesh, onde o personagem principal tem o nome de Utnapishtim.
Os etologos no Séc. XIX reconheceram na Serbia um ciclo de mitos sobre o grande diluvio em que o único sobrevivente foi Krayatz, que foi salvo por Kurent, o deus do vinho (ainda há quem tenha sorte na desgraca!!).
Na mitologia grega, apenas Deucalion, filho de Prometeu, e a sua mulher Pirra, filha de Epimeteu se salvaram. Por terem sido reconhecidas as suas bondade e justica, o Pai dos Deuses poupou-os a morte, aconselhando-os a construir uma embarcação que os alojasse durante os nove dias e nove noites que duraria o cataclismo.
Passada a tormenta, os dois esposos desembarcaram nas montanhas da Tassália onde os esperava Hermes, enviado por Zeus, para lhes concretizar um desejo, fosse ele qual fosse. Temendo a solidao, Deucalion e Pirra pediram mais companheiros. Hermes ordenou-lhes que atirassem os ossos da mãe para trás das costas. Pirra negou-se a um gesto tão brutal, mas o marido soube interpretar as palavras divinas e compreendeu que se tratava de pedras, os ossos da Terra (Gaia), a Mãe Universal. As pedras lançadas por Deucalion originaram homens e as pedras lencadas por Pirra deram origem a mulheres.
Alguns geólogos creem que inundaçoes fluviais de proporçoes dramaticas poderao ter influenciado os mitos. Uma das ultimas controversas teorias é a Teoria Ryan-Pitman, que defende que um diluvio de proporcoes catastroficas ocorreu cerca de 5600 AC com origem no Mediterraneo, para o Mar Negro.
Outros eventos geologicos pre-históricos, incluindo tsunamis, foram também indicados como possiveis fundamentos para estes mitos. Por exemplo, alguns cientistas creem que o mito do grande diluvio de Deucalion pode ter tido origem nos efeitos de um megatsunami criado pela erupccao do Thera nos séc. XVIII-XV AC. Alguns sugerem ainda que os mitos relacionados com o Diluvio podem estar associado ao aumento dos niveis do mar que terao acompanhado o último grande desgelo há cerca de 10000 anos, e que terao passado de geração em geração por tradição oral. Outra controversa teoria é que o Diluvio foi causado pelo impacto de mais de um asteroide que terao causado a libertacao de grandes quantidades de vapor na atmosfera.
Como sempre, a minha versao preferida é a grega...

13 Comments:

Blogger Tom, um ser diferente... said...

Querida Rosário,

Belíssimo quadro. Mais uma vez, união de arte e talento com um texto singular.

Beijos pra você!

Tom

7:08 PM  
Anonymous princesinha0 said...

adorei passar por aki bjos

7:20 PM  
Blogger pintoribeiro said...

Soberbo Rosário. Sério. Boa noite, bjiku, abraciku,

11:12 PM  
Blogger Pé de Salsa said...

Bem...és sempre uma grande e boa surpresa.
Mesmo quando parece que já sabemos, há sempre aquela maneira de dizeres as coisas que nos encanta e nos faz querer saber mais.
Gostei imenso.
Um bjico Rosário

11:58 PM  
Blogger dudv said...

Eu tenho medo destas histórias....
http://cartasintimas.zip.net

12:11 AM  
Anonymous js said...

...talvez um segundo diluvio esteja próximo ... estejamos atentos para que o relato seja o mais fiel e que a versão seja única...
FORÇ'AÍ!
js de http://politicatsf.blogs.sapo.pt

12:22 PM  
Blogger Funes, o memorioso said...

Ora Rosário,

Toda a gente sabe que o Dilúvio foi causado pela rotação do eixo da Terra sobre si mesmo, passando o Pólo Norte a ser o Sul e vice-versa. Como é bom de ver, houve uma revolução fantástica nos oceanos.
Foi tudo provocado pelo choque de uma gigantesca nave extraterrestre com o dito eixo da Terra.

Acho que lhe vou mandar uma ficha de inscrição na "Sociedade Internacional da Terra Plana", a ver se a Rosário aprende alguma coisa.

12:53 PM  
Blogger Funes, o memorioso said...

Afinal, Rosário,

A inscrição na "Sociedade Internacional da Terra Plana" agora é feita on-line.
Pode fazê-la aqui

http://www.alaska.net/~clund/e_djublonskopf/Flatearthsociety.htm

12:56 PM  
Blogger Tom, um ser diferente... said...

Rosário,
Maracujina é tipo um xarope de maracujá, e serve como calmante. É um "sossega leão" para os momentos de nervosismo.
(risos)
Beijos pra você.
Tom

1:01 PM  
Anonymous princesinha0 said...

obrigadinha pela sua visinha la no meu bloguxo mil bjos

1:40 PM  
Blogger SPECTATOR said...

o diluvio, bem preciso era!
lol
ou não!
bjico!

4:11 PM  
Blogger Inha said...

E tens toda a razão em gostar que a mitogia greco-romana é a mais rica que eu conheço.

BeijInhha

5:43 PM  
Anonymous Anonymous said...

Very cool stuff
Jason Kendall
http://www.IncomeExperiment.com
http://successuniversity.biz4anyone.com

1:34 PM  

Impressoes

<< Home