Tuesday, June 06, 2006

Provérbio (Mirandés)

(Kupka)


Donde hai lúcaros,
num hai escrúpalos.

(Onde há lucros,
Nao há escrúpulos)
Este proverbio era lancado com dedém, em tom de insulto, pelos vendedores de azeite aos vendedores de vinho na minha aldeia, quando em tempos idos, a profissao de almocreve era uma das principais actividades da zona. Os vendedores de vinho tinham a fama de acrescentar a mercadoria com a adicao de água, matéria abundante e grátis. Ja os vendedores de azeite tinham menos sorte no que toca a esses truques de multiplicacao.

7 Comments:

Blogger Pé de Salsa said...

Nem sempre assim é mas que cada vez mais hai lúcaros sem escrúpalos...hai!

Bjicos Rosário

12:40 PM  
Blogger Tom, um ser diferente... said...

Os lucros são bem vindos quando honramos nosso trabalho, nossa vida. Escrúpulos são para poucos, e os que tem, já nasce com eles.
Vinho com água não é tão gostoso como um puro azeite de oliva cheiroso e saboroso sobre a melhor das massas, e a melhor das saladas.
Amo azeite! Principalmente os portugueses!
Beijos no seu coração, querida amiga.
Tom

2:48 PM  
Blogger Visi said...

Muito interessante!
Pe;o desculpa por andar desparecida mas ando 100 tempo. voltarei brevemente.Beijocas grandes.

8:06 PM  
Blogger SPECTATOR said...

depois surguiu o óleo e tudo se resolveu!
jinhos!

9:07 PM  
Blogger pintoribeiro said...

continua actual...boa noite, abracikus e bjikus.

10:06 PM  
Blogger Armando Moreira said...

Olá bom dia minha querida amiga, aquí nas ilhas cahmavam-se "mixordeiros" e normalmente eram alvo de punição popular quando eram apanhados...

Beijinhos Armando Moreira

11:03 AM  
Anonymous eduardo said...

Quadro lindo. Como sempre, aprendendo ao ler o seu blog.

4:06 AM  

Impressoes

<< Home