Thursday, May 18, 2006

Musas Esqueléticas

(Dali)


Sao imensamente lindas (se descontarmos todos os subterfugios cirúrgicos e outros), milionariamente ricas, andam nas capas das revistas e no seu interior, usam marcas vedadas ao comum mortal pelos preços alucinantes, podem ter tudo o que o dinheiro pode comprar, são as princesinhas dos tempos modernos. E no entanto, passam fomes como dias!
Ontem, na sala de espera de uma das minhas enfermarias, enquanto tomava o meu Cup of tea, folheei uma dessas revistas que vivem a custa de vasculhar os segredos daquelas senhoras. Normalmente não leio, apenas vejo as fotos para tirar ideias para os meus modelitos. Mas aquele artigo prendeu-me a atenção... era sobre as dietas extremas das socielites.
Falava-se de um pouco de tudo, desde as adeptas da Atkin's, a outras de que nem sequer me lembro o nome. Mas a mais risivel era a última... aparentemente, alguem convenceu uma data de socilites que a melhor das dietas é comer apenas um sabor por dia, tal como limão ou beterraba, DURANTE O DIA TODO!!!!!! E os charlatoes deram mesmo as senhoras uma base "cientifica" para o sucesso da coisa. Dizem eles que o cérebro, coitadito, bombardeado por uma miriade de comidas, não consegue distinguir entre os diferente sabores, leva imenso tempo aprocessar a tralha toda e assim nunca sabe quando esta satisfeito, ou seja quando quando deve dar ordens ao estomago parar de comer! Além disso, a resultante monotonia da comida reduz o apetite! PUDERA!!!!!
AI, Ó MINHAS AMIGAS! Entao mas o cérebro, a máquina mais perfeita alguma vez construida, não consegue distinguir...??????!!!!!!!! Mas ninguem explica a estas aves raras que os sabores nao viajam assim até ao cérebro, e que o organismo, na verdade, necessita de uma variedade de nutrientes de modo a funcionar de um modo saudavel?
Como é que alguém consegue deixar-se convencer de que este sacrificio extremo é sustentável? Mas depois li a lista de senhoras que seguem a dieta e compreendi. Uma delas era a Victoria Beckham, que confessou numa entrevista na televisao que nunca leu um livro na vidinha dela... a outra era a Katie Holmes que se deixou convencer pelo Tó Cruzeiro, (vulgo Tom Cruise) a parir sem analgesia e sem estreguchar ou fazer qualquer tipo de som!... com exemplares destes compreende-se que o cerebro esteja já sujeito a restricoes extremas e que acreditem piamente que o coitado, mirrado e ressequido "nao consegue distinguir"... e talvez seja mesmo verdade, sei lá? O que o céroebro das coitadas esta a precisar é lambuzar-se, é tomar um banho de imersao de razao...
Agora eu pergunto-me...valerá a pena? Sera que os sacrificios passados a negar-se comida- nao so aquela que representa verdadeiros prazeres, mas tambem a minima necessaria para manter um organismo saudavel- merecem as páginas coloridas nas revistas e a inveja de grande parte do mulherio?

8 Comments:

Anonymous Rosalina said...

Certamente as raparigas nao conhecen o ditado “Men sana in corpore sano”. As coitadinhas nao tem ninhuma das partes bem … ;p Saudaçoes.

11:25 AM  
Blogger SPECTATOR said...

isto ha cada maluka!
lol!
elas que comam m...!
lol
mundo mediocre este!
jinhos!

4:24 PM  
Blogger Funes, o memorioso said...

"Sao imensamente lindas..."

Eu percebi e susbcrevo todo o seu artigo, Rosário.
Só não percebi aquela frase acima.
É que, das miúdas que cita, não estou a ver nenhuma que seja imensamente linda.
No meu imaginário fetichista, imensamento lindo no feminino significa imensamente curvilíneo. Não, imensamente magro.

4:47 PM  
Anonymous Rosario A. said...

Bom dia!
Rosalinda,
...ah, bo talhada de presunto!

Deus,
Podes crer! Com tanta gente a passar fome no mundo por nao, há quem coma so folhas de alface para tentar nao sofrer os efeitos da fravidade!

Funes,
Tem razao, o "imensamente lindas" devia estar entre aspas, porque é o que as revistas dizem (embora algumas comecem a questionar os extremos a que estas senhoras vao).
Também acho que as curvas sao muito mais femininas do que os cabides esqueléticos. Como dizem os breasileiros "quem gosta de osso é cachorro!"
Bjico!

5:21 PM  
Blogger jmideias said...

Por norma essas meninas que aqui falas sofrem de bolomia, é claro que isso não vem nas revistas, acho eu, não as leio.

Mas eu trabalho num organismo público a nivél nacional e até internacional, e tenho lá colegas que a magras NUNCA hão-de chegar mas um dia comem alfaces de 2 em 2 horas (parecem grilos), no dia seguinte é os iogurtes, depois é os tomates, mais iogurte, ao 5º dia como já estão com uma fome desgraçada que se fo... a dieta e comem tudo o que não comeram nos dias anteriores como seja MUITO chocolate e outras coisas do género.

Mulhé tem cá um feitio do caraças.

BEIJINHOS

11:54 PM  
Blogger greentea said...

isto não será tb vviolencia domestica ????
então o tal Tom cruzeiro convenceu a gaja que não devia emitir sons durante o parto que nada de analgesias e + não sei quê , a burra foi na conversa e nem q he respondeu q então parisse ele???
Já agora , o parto é meu e ele é q comandava os ambientes - até havia de ter graça???
Não é lambisgoias q chamam a essas mulheres que se deixam ir nessas conversas ?
e nas folhas de alface e no sumo de limão ...essas são tacanhas mas de facto quem lhes tentou incutir a ideia ainda mais tacanho deve ser.
Mentecaptos!!!

Beijos e abraços - para o fim de semana - saudável, obviamente.

Confidencialmente , faço saber que como não tive tempo de almoçar comprei um kilo de cerejas e comi-as enquanto conduzia e me dirigia para o local onde tinha de estar a tempo e horas.
Estarei a ficar senil, mentecapta, a desafiar as leis da gravidade?
Mas foi um delicioso prazer saborear aquelas doces Cerejas da Serra da Gardunha. Genuinas!
Coisas de mulher? Simples prazer, talvez...

3:23 PM  
Blogger Rosario Andrade said...

Querida Greentea,
Parece que a Katie, quando a natureza chamou (ou porque o paspalhao do Cruzeiro nao estava), berrou que se fartou como é da praxe, ou como é nantural quando as entranhas estao a ser dilaceradas!... ele há cada um! nAO EMITIR SONS QUANDO SE ESTA A PARIR!!!!! A regra so pode ter sido escrita por um homem... e dos selvagens!
Bjico

3:56 PM  
Blogger greentea said...

a que pariu antes de mim gritou que nem uma possessa e até mordeu a enfermeira, pelo q ouvi à distancia; a enfermeira perguntava-lhe no mesmo tom "só agora é que te dói??...
eu não emiti nenhum som. estava concentrada no que a dentista me tinha dito "aquilo "tinha de sair cá para fora!
estive sempre muito sossegada que queria despachar-me, só sei que de repente até me assustei com o urro que me saiu boca fora e ecoou pelos corredores ao mesmo tempo que saia a cabeça da criança. A médica veio espavorida...
podiam ter vindo 50 Cruzeiros, GNRs , ContraTorpedeiros para me avisar q não emitisse sons!!

10:40 PM  

Impressoes

<< Home