Monday, December 12, 2005

Matanca do Porco-Mirandes

O conterraneo Frog deixou esta pérola nos comentários:

"Biba la matança del nosso cuchino (cuchino=porco)
qual fim al cabo simpre fui bardino (bardino= mau, mal comportado)

Um pegou nel rabo
Outro unã pata
Yau cum muita furça
Espetei biem la faca

El larego murto (larego =porco novo/murto=morto))
Sim soubir runcar (=sem se ouvir roncar)
Fui buscar um fardo
Para el chamuscar

El fardo arriba del (arriba=em cima)
Lá acabou d arder
Alebanta-se des sulo (=levanta-se do solo)
I ampeça a currer (ampeçar= começar)

Nós chenos de fame (cheno de fame=cheios de fome)
Cum gana de garrotes (cun gana=com vontade)
El de trás a lantre
Na rue als pinotes

La palha estendida
Pra labor las tripas (labor=lavar)
Las ties de zinholos (zinholos=joelhos)
Aguardaban mui aflitas

Al pormo la estaca
Para el culjar
Dão un rudião
Turnou-se à escapar

Pudes fintar-te an mie (=Podes acreditar em mim)
Quisto fui berdade
El raio del cuchino
Tenie létricidade (tenie=tinha)

Bibam las chiças e los presuntos"

E ainda:
Codechicas= codeas
caldico de coibes=caldo verde

4 Comments:

Blogger porfirio said...

mira chica que bueno... o meu bem-haja por enriqueceres o blog documentando-o de forma relaxante e lúdica com tradições do nosso Portugal, raízes profundas da nossa identidade. Parabéns!

gracias frog

jinho rosário

11:34 PM  
Blogger TR said...

Há tempos ouvi um sujeito falar mirandês, algures numa TV, aliás alguém com profundos conhecimentos da língua e do local. É fabuloso. Recitou poesia também. Adorei.Fiquei com vontade de aprender um bocadinho! Este texto do teu post, é fantástico!!

12:56 AM  
Blogger Santa said...

Olá Rosario,
O texto muito bom e o post uma verdadeira aula cultural. Um bj do Brasil.


PS: Visite este blog, penso que gostará:
http://paulomre.blogspot.com/
Uma grata sala de leituras.

6:11 AM  
Anonymous JMC said...

Pois é, este filme, se não tivesse algumas legendas, era de dificil compreenção.
JMC

11:02 AM  

Impressoes

<< Home