Saturday, February 03, 2007

Fonte de Trevi








A Fontana di Trevi (Fonte das trevas, em português) é a maior (cerca de 26 metros de altura e 20 metros de largura) e mais ambiciosa contrução de fontes barrocas da Itália e está localizada na rione Trevi em Roma.
A fonte do cruzamento de três estradas (tre vie) marca o ponto final do Acqua Vergine, um dos mais antigos aquedutos que abasteciam a cidade de Roma. No séc. 19 a.C., supostamente ajudados por uma virgem, técnicos romanos localizaram uma fonte de água pura a pouco mais de 22 km da cidade. A água desta fonte foi levada pelo menor aqueduto de Roma diretamente para os banheiros de Marcus Vipsanius Agrippa e serviu a cidade por mais de 400 anos.
Em 1629, o Papa Urbano VIII, achou que a velha fonte não era suficientemente dramática, incumbiu Bernini para fazer alguns desenhos para planear alterações, mas quando o Papa faleceu o projeto foi abandonado. A última contribuição de Bernini foi reposicionar a fonte para o outro lado da praça a fim de que esta ficasse defronte ao Palácio do Quirinal (assim o Papa poderia vê-la e admirá-la de sua janela). Ainda que o projeto de Bernini tenha sido abandonado, ainda há, na fonte, muitos detalhes de de sua ideia original.
As esculturas que a compôe narram a descoberta da nascente de onde provém a água que a alimenta. No centro do complexo ergue-se a estátua de Oceano, a ser trensportado por coche em forma de concha, puxado por cavalos alados. Entre as outas figuras encontram-se salamandras e outros animais marinhos, mitológicos ou reais.
Nos anos 60 a fonte ficou famosa pelas cenas do filme La Dolce Vita de Fellini, onde a sereia Anita Ekberg se refresca nas verdes água, exalando sedução.
Diz a lenda que se lançar uma moeda de costas voltadas para a água os deuses fazem com que a pessoa volte à cidade eterna...

Labels: , , ,

5 Comments:

Blogger José Manuel Dias said...

Obrigado pela viagem que nos é propiciada...Bjs

9:04 PM  
Blogger kurika said...

Que fonte maravilhosa ... ouvi dizer que em Roma se pode beber água dessas fontes, é verdade?

E que era boa...!

Beijinhos

A tua Ling está a olhar para mim...

hehehe

Chuac...

9:36 PM  
Blogger Silvio Vasconcellos said...

Rosário, viajei contigo nas imagens e na descrição, além de banhar-me de história. Lindo post.

Quanto ao comentário no CONTOS & ENCONTROS: gosto de tomar as diferentes perspectivas dos aspectos do cotidiano. Gosto de me colocar nos olhos de outras pessoas e captar as diferentes emoções que cada um pode estar sentindo nas mais banais situações. Como a fonte de Trevi casou-te toda essa admiração e nos proporcionou esse post fantástico, alguém ao teu lado poderia estar enjoado, cansado, pensando em algum amor perdido ou simplesmente dentro de uma tela de Fellini.

Um beijo e volte sempre.

Sílvio

10:23 AM  
Blogger Claudia Sousa Dias said...

Adorei a história da fonte!

Sou fascinada pela civilização romana e pelos antigos gregos também...!

O post está espectacular pela capacidade de nos transportar para além dos limites do espaço e do tempo.

Parabéns!

um beijo


CSD

12:17 PM  
Blogger Pedro Jerónimo said...

Ola Rosario,

Vou passar a Pascoa a Roma con a Cristi e as pequenas. A parte do turistico, que me recomendas nao perder? So vou estar 3 dias completos.mais dois de viagens.

Uma saudaçao cordial,

5:03 PM  

Impressoes

<< Home