Monday, November 06, 2006

...

(Delvaux)

Não vás por ai...
Não te esqueças: navegas-me porque eu deixo. Se tenho portos que te abrigam e te salvam das tormentas, tenho também em mim abismos profundos. Que te podem afundar.

5 Comments:

Blogger kurika said...

Deixa-me mudar o meu rumo...ando muito cansada...e quero novos destinos!!! Tempestuosos se caso for necessário...mas diferentes!!!

Bjs

OBS:Não sei o que me aconteceu, mas fiquei "presa" e o meu blog ficou inactivo.

3:08 PM  
Blogger sonia said...

Um beijinho Rosário.

3:36 PM  
Blogger O Conquistador said...

Minha amiga,eu sou novo na blosfera, mas o que vi neste post é uma representação sublime do ser humano.
Um beijinho e um bom fim de semana

3:21 PM  
Blogger Rosa said...

Sendo mulher é de estranhar que eu eleja a mulher para o meu canto quer na poesia quer na vida de todos os dias...Elevar a alma feminina ao seu expoente máximo para que não só a mulher mas o mundo ganhe com a dimensão do erotismo sagrado e pelo amor à Terra e Deusa Mãe...

Já tinha visitado o seu Blog e fiquei curiosa de saber se a sua Galeria são quadros seus. Hoje percebo que sim e que fez aí uma exposição. Mas além dos quadros também apreciei os seus textos, nomeadamente este que refera a natureza profunda e mágica da mulher!
Obrigada pela sua visita e por valorizar o feminino através de si mesma. É bom poder ler e ter outras impressões-intimidade de mulheres que assumem os seus abismos...

Um abraço
rosa leonor

7:11 PM  
Blogger Encantamento said...

Gostei deveras .... vou voltar

cpts

8:08 PM  

Impressoes

<< Home