Monday, September 07, 2009

Museu Ibérico da Máscara e do Traje







Antes de viajar para Trás-os-Montes penso sempre em fazer um variado número de visitas a lugares que nunca visitei e outros que estão presentes na minha memória. Nunca o faço... as férias de Verão são particularmente inglórias neste aspecto. A adicionar às Festas e às reuniões e visitas de família há ainda o calor abrasador que proibe passeios durante grande parte do dia.
Há dois anos não tive oportunidade de visitar o Museu Ibérico da Máscara e do Traje em Bragança, criado no iníco desse mesmo ano. Felizmente desta vez consegui passar por lá. Adorei!
O museu fica localizado perto do castelo numa casinha recuperada para o efeito e tem como objectivo preservar e promover a identidade e a cultura da região. Dele fazem parte trajes e máscaras característicos de determinadas Festas de Inverno e Carnaval de Trás-os-Montes, Lazarim e distrito de Zamora, permitindo ao visitante contactar, em qualquer altura do ano, com uma multiplicidade de festas, personagens e rituais, elementos únicos de uma cultura singular.
Para além do contacto com os personagens, que recriam com todo o rigor mais de 50 caretos, o interior do museu permite ainda ao visitante, ao som da música tradicional, das fotografias, dos documentários e da panóplia de objectos expostos, conduzi-lo por uma viagem ao universo mágico que ainda hoje pode ser apreciado e vivido em diferentes localidades de Bragança e Zamora durante os meses de Inverno (Dezembro, Janeiro e Fevereiro).



11 Comments:

Anonymous Anonymous said...

Afinal o meu mal não é só meu...estou mais aliviado...antes de ir " bem...vamos dar uma volta tentar conhecer ou relembrar locais com algum interesse...tipo 3 ou 4 dias de ar puro..umas caminhadazitas pelos montes...este ano é que é "...á chegada..." calções...chinelos...esplanada do café Europa...uma caminhada do café Europa para o Tai...e uma sensação que ali é que se está bem"...os montes ficam para outro ano...que se lixe...né?

3:26 PM  
Blogger Rosario Andrade said...

Anónimo,
Nem mais... afinal os montes não vão a lado nenhum... para o ano é que é!... digo eu, bá!

3:55 PM  
Blogger Rossalina said...

Ok, todos sofremos do mesmo mal!! É uma das actividades que tenho na agenda e que se repete de ano em ano sem nunca ter tempo para a concretizar... bom este ano finalmente sim consegui realizar uma e foi uma linda caminhada a ponte romana de Carção... é um local lindíssimo!! Obrigada pela mini-reportagem... pra' próxima é obrigatório!

4:12 PM  
Blogger Rosario Andrade said...

Rossalina,
Há dois anos fiz esse percurso... é magnífico! mas eu fiz à manhosa... fui de todo-o-terreno! É que ir para baixo vai-se bem... mas voltar, carai!
Beijicos

4:48 PM  
Blogger Funes, o memorioso said...

Mas afinal onde é que a menina pára?
Está cá ou aí?
E vem-se cá e não se diz nada? E vai-se a um museu perdido em Bragança onde só há espantalhos mudos e não se vem ao Porto tomar café com os admiradores?

7:43 PM  
Blogger Rosario Andrade said...

Funes,
:'(... pois, eu passei pelo Porto... deixei um comentário a sugerir um cafezito mas como não obtive resposta pensei que estivesse demasiado ocupado! Na proxima vez organizamos melhor!...
Beijicos

8:45 PM  
Anonymous deep said...

Por vezes, quem vive perto todo ano faz pior, porque sente que tem muito mais tempo para visitar tudo e vai adiando, adiando, a não ser que haja visitas a quem mostrar o que temos, como foi o meu caso no que respeita a este museu, que vale bem a pena ser visitado.

Boa semana. Abraço. :)

10:02 AM  
Blogger Rosario Andrade said...

Deep,
Nem mais!... bem verdade, quando as coisas estão à porta deixamos sempre para a próxima.
Beijicos

11:22 AM  
Blogger mfc said...

Obrigado por este apontamento que desconhecia.

7:31 PM  
Blogger Mamã e bebé said...

Olá minha querida
Olha que eu estou com saudadinhas de saber novidades da princesa Jazzy ;-))) Espero que ela esteja bem :-))
Beijocas grandes

10:26 AM  
Blogger DE-PROPOSITO said...

penso sempre em fazer um variado número de visitas a lugares que nunca visitei e outros
-----------
Acontece com muito boa gente. Mas temos de compreender que não se pode visitar tudo, nem saber tudo.
Há que ir apreciando a beleza das coisas que vão surgindo perante os nossos olhos.
Fica bem.
E a felicidade juntinho de ti.
Manuel

5:48 PM  

Impressoes

<< Home