Wednesday, May 16, 2007

Impressoes- Por terras de Carção








Labels: ,

8 Comments:

Blogger Opintas/Bernardo Kolbl said...

Bom dia e um abraço.

12:24 PM  
Blogger Funes, o memorioso said...

Eu ia comentar, mas houve aí pelo meio uma foto que me deixou com vontade de ir comer uma azeitona.
Até já.

11:59 PM  
Blogger PintoRibeiro said...

Pudesse eu, Rosário. Tudo bem???
Bjiku e abraciku,

11:12 AM  
Blogger Su said...

gostei de conhecer.........

jocas maradas

7:14 PM  
Blogger Nómada said...

Um dia passei em Carção, que fica perto de Vimioso, julgo eu, Distrito de Bragança. Andava uma mulher a apanhar castanhas. Eu apenas conhecia este fruto de o ver na loja. Sabia que crescia dentro de uma "casca" com espinhos mas desconhecia o resto: caía da árvore? era preciso varejá-lo como às azeitonas?
Ela ensinou-me e eu piquei-me todo, ela não porque tinha os dedos calejados. E já na conversa, ela falou-me nos tempos antigos, mais duros. Ouvi-lhe então uma expressão que não esqueci:
-Olhe, meu senhor: havia noites em que a neve buraqueira entrava pelas aberturas das telhas e das paredes e ia ter com a gente à cama...

Percebi. E já tenho falado com transmontanos que me dizem que essa expressão é muito certa e diz o que era a vida dura de outros tempos.

Tirei-lhe uma foto e mandei-lha passados dias. Não sei se vive ainda ou não. Eu é que não esqueci Carção, terra da "neve buraqueira".

Hei-de voltar aqui para ver mais coisas.
Obrigado.

11:17 PM  
Blogger kurika said...

Foi nestas paragens que cresceu a "matéria prima" dos fabulosos salpicões?...

...

Beijinhos

Um xi

1:52 PM  
Blogger Um Poema said...

Excelentes fotografias.

Um abraço

7:49 PM  
Blogger Rebecca said...

Lindas fotos

8:32 PM  

Impressoes

<< Home