Friday, July 14, 2006

A cor da Virtude?

(Godward)



Charles Darwin classificou-a como a mais humana das expressoes. Um proverbio do séc. XVII diz que o rubor é a cor da virtude. Se é ou nao, nao sei. O que sei é que eu sou daquelas pessoas que cora por tudo e por nada...
Na edicao de 22 de Abril da revista The Lancet pode ler-se um interessante comentário sobre o fenómeno de ruborizar. Trata-se de um fenómeno muito comum, que afecta tanto homens como mulheres. Os individuos afectados tendem a evitar o contacto social e fobia social pode estar implicada no fenómeno. O rubor afecta a face, orelhas e muitas vezes o pescoco, e é acompanhado por uma sensacao de calor. É involuntário, incontrolável e causado pela mais leve emocao. Ocorre em individos de todas as racas, embora seja menos problemático em pessoas com apele mais escura. No entanto, a sensacao é a mesma.
Causas nao emocionais podem ser vasodilatacao facial devido a exercicio ou ambientes quentes. O tipo de rubor que ocorre apos a menopausa resulta da reducao dos niveis de estrogénio.

7 Comments:

Blogger Mac Adriano said...

A sensação física pode ser a mesma, mas no que mais atrapalha, que é o rubor ser notado por outros, as pessoas mais escuras estão em nítida vantagem.

4:05 AM  
Blogger pintoribeiro said...

A virtude, pois. Bjiku e abraciku Rosário.

3:28 PM  
Blogger Cadelinha Lésse said...

Rosário!!!
Há muito que aqui não venho.
Não tenho tido tempo.
Tempo não tenho tido.
Tido não tenho tempo.
Tenho tido tempo não.
Tempo tenho tido não.

Bom, julgo que percebeste...

10:52 PM  
Blogger spersivo said...

Hei menina,
Que bom-gosto o seu! Vim parar por aqui ao léu, mas vou voltar e te linkar que adorei. Silvio

5:00 AM  
Blogger rps said...

Confirmo: uma amiga minha, de cor, negra, cora.

9:53 PM  
Anonymous Anonymous said...

Super color scheme, I like it! Keep up the good work. Thanks for sharing this wonderful site with us.
»

10:07 AM  
Anonymous Anonymous said...

Best regards from NY!
» »

8:20 AM  

Impressoes

<< Home