Saturday, November 05, 2005

Advivinha- Mirandes

You cuôrro i nun tengo pięrnas
Assobio i nun tengo boca
Mas nunca naide me biu
I tengo bastante fuôrça.
Que cousa yę?

6 Comments:

Anonymous rps said...

Nem com tradução lá chego...

4:51 PM  
Blogger Rosario Andrade said...

Para os menos habituados ao Mirandés, a tradução:

Eu corro e não tenho pernas
Assobio e não tenho boca.
Mas nunca ninguém me viu
E tenho bastante força.

O que é?

5:46 PM  
Blogger papagaio said...

sou eu a correr no teu blog so nao sei assobiar
ehehehehe
beijosss

7:56 PM  
Blogger adesenhar said...

lhámpeda, de siléncio nun alcançable,

antre ls sonidos más achegados de las criaturas

que, an siléncio tamien, cun eilha cántan.

:)

vou tentar descobrir :)

11:59 PM  
Blogger Platero said...

Será o Vento?

Um abraço

12:33 PM  
Blogger Rosario Andrade said...

Adesenhar, obrigada! Bem bonito esse poema!

Boa, Platero... é mesmo o vento!

Abracicos!

12:57 PM  

Impressoes

<< Home